[1]
D. de O. Estevam, “Celso Furtado e a formação de economistas ”, Rev. Catarin. Econ., vol. 3, nº 2, p. 4 - 22, dez. 2020.