Economia catarinense no cenário da pandemia: perspectivas, oportunidades e evidências do ano de 2020

  • Gueibi Peres Souza Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, Brasil
Abstract views: 28 / PDF downloads: 22
Palavras-chave: Economia Catarinense, Pandemia Coronavírus, Auxílio Emergencial

Resumo

Em meio ao gradual processo de recuperação econômica que se decorreu a partir de 2017 no estado de Santa Catarina, observou-se uma relevante crise do diesel no segundo trimestre de 2018, e no primeiro bimestre de 2020, o início de uma crise sanitária sem precedentes neste século. Esta última se constitui no principal objeto de análise deste estudo, a qual se mostrou de caráter persistente, exigindo, portanto, um esforço de apoio à proposição de políticas públicas não apenas anticíclicas, mas também de desenvolvimento por parte do Estado. Após um tempo de convivência com este importante choque, muitas reflexões vieram à tona na sociedade, tornando-se pertinente proceder não apenas a uma investigação quantitativa que fosse o mais ampla possível dentro do período de análise, acerca de seus prováveis impactos no que se refere aos diferentes setores da atividade econômica estadual em processo de recuperação, como se torna imprescindível também reflexionarmos acerca da necessária oportunidade de revermos com mais profundidade nossos contratos sociais. Sendo assim, este estudo buscou dar sua parcela de contribuição nesta discussão partindo da verificação dos possíveis impactos dos números da pandemia do Coronavírus ao longo do ano de 2020 na economia do estado e também do programa de auxílio emergencial do governo federal às famílias de baixa renda. Para isto foram estimados modelos causais para 42 variáveis dependentes coletadas referentes à economia catarinense (41 no site do Banco Central do Brasil e 01 no site da ESAG/UDESC), o que gerou um total de 58 modelos estimados para fundamentar as colocações aqui realizadas. No que diz respeito aos principais resultados obtidos, aponta-se para as necessidades de ampliação de políticas que envolvem gastos governamentais e a articulação para ampliação e flexibilizações de políticas que envolvem linhas de crédito, visando torná-las mais universalistas e com caráter desenvolvimentista mais ostensivo, em relação à visão até então adotada nesta observada “resposta” à crise sanitária, a qual se pode classificar como insuficiente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

APP.POWERBI. PAINEL DE CASOS COVID-19 SC. https://app.powerbi.com/view?r=eyJrIjoiNDMyMDhkMWItZTI3NC00ZTkzLWJiNTEtOWE1YWQxZjg4MjI2IiwidCI6ImExN2QwM2ZjLTRiYWMtNGI2OC1iZDY4LWUzOTYzYTJlYzRlNiJ9. Acesso em 03 de mar. 2021.

BANCO CENTRAL DO BRASIL. SISTEMA GERENCIADOR DE SÉRIES TEMPORAIS. https://www3.bcb.gov.br/sgspub/localizarseries/localizarSeries.do?method=prepararTelaLocalizarSeries. Acesso em 03 de mar. 2021.

CONSULTORIA MACROPLAN. Índice de Desafios da Gestão Estadual (IDGE) – disponível em https://www.desafiosdosestados.com/indicadores-serie-historica. Acesso em 03 de mar. 2021.

ESCOLA SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E GERÊNCIA. Universidade do Estado de Santa Catarina. Índice de Custo de vida. Disponível em http://www.esag.udesc.br/custodevida. Acesso em 03 de mar. 2021.

GUJARATI, Damodar. Econometria Básica. Pearson Makron Books. 3 ed. São Paulo. 2000.

HYNDMAN, Rob e ATHANASOPOULUS, George. Forecasting: principles and practice. Disponível em: https://otexts.com/fpp2/. 2 ed. 2018.

KALECKI, Michael. Teoria da dinâmica econômica (1952). In: Os Pensadores; seleção de textos de Paul Singer; traduções de Rolf Kuntz e Paulo Almeida. São Paulo: Abril Cultural, 1978.

KEYNES, John Maynard. Inflação e Deflação (1931). In: Os Pensadores; seleção de textos de Paul Singer; traduções de Rolf Kuntz e Paulo Almeida. São Paulo: Abril Cultural, 1978.

MAPA BRASILEIRO COVID. https://mapabrasileirodacovid.inloco.com.br/pt/. Acesso em 03 de mar. 2021.

SOUZA, Gueibi Peres. Atividade Econômica em Santa Catarina: Evidências Empíricas e o Desafio da Retomada do Padrão de Crescimento no Curto Prazo. In: Anais XIII Encontro de Economia Catarinense, mai. 2019, Criciúma, p. 752-777. Obtido em: http://apec.pro.br/anais/xiii-encontro-de-economia-catarinense.html acesso em: 03 mar. 2021.

WOOLDRIDGE, Jeffrey. Introdução à Econometria: Uma abordagem moderna. Pioneira Thomson Learning. São Paulo. 2006.

Publicado
2022-06-03
Como Citar
Souza, G. P. (2022). Economia catarinense no cenário da pandemia: perspectivas, oportunidades e evidências do ano de 2020. Revista Catarinense De Economia, 5(1), 28-45. https://doi.org/10.54805/RCE.2527-1180.v5.n1.82
Seção
Artigos