Celso Furtado: subdesenvolvimento e dependência tecnológica

  • Tatiane A Viega Vargas FURB
  • Anielle Gonçalves de Oliveira UNIDAVI
Palavras-chave: Celso Furtado, subdesenvolvimento, dependência.

Resumo

Furtado foi um economista brasileiro que dedicou sua vida acadêmica às questões do desenvolvimento. Preocupava-se com a criatividade dos pesquisadores latino-americanos em pensar os projetos desenvolvimentistas com um olhar atento aos fenômenos históricos e estruturais, que são elementos fundamentais de análises para o Brasil. O objetivo deste artigo é fazer uma releitura das obras Teoria Política do Desenvolvimento Econômico (1986) e O  Capitalismo Global (1998) escritas por Celso Furtado e em alguma medida comparar com os problemas apontados por ele e ainda não superados no Brasil. A metodologia utilizada foi a revisão bibliográfica das obras elencadas. Na primeira obra, Teoria Política do Desenvolvimento Econômico, especial atenção foi dada a quarta parte do livro, intitulada O subdesenvolvimento. Parte-se de uma análise histórica do processo de desenvolvimento mundial, até chegar no subdesenvolvimento, finalizando com a análise da dependência tecnológica, onde as autoras fizeram uma breve relação com o comércio exterior brasileiro. Na segunda obra O Capitalismo Global, Furtado situa o recém iniciado processo de globalização, chamando atenção para aumento da dependência das relações centro-periferia, e consequente ampliação das desigualdades sociais.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-12-13
Como Citar
Viega Vargas, T. A., & Gonçalves de Oliveira, A. (2020). Celso Furtado: subdesenvolvimento e dependência tecnológica. Revista Catarinense De Economia, 3(2), 105 - 117. https://doi.org/10.54805/RCE.2527-1180.v3.n2.67

Artigos mais lidos pelo mesmo (s) autor (es)