Gestão de unidades de produção familiar do Alto Vale do Itajaí (SC): percepções sobre o ambiente externo e interno

  • Luis Augusto Araujo Epagri/Cepa
  • Alexandre Luís Giehl Epagri/Cepa
  • Antônio Marcos Feliciano Epagri/Cepa
  • Claudimir Rodrigues Universidade de Santa Cruz do Sul
Abstract views: 137 / PDF downloads: 72
Palavras-chave: gestão, agricultura familiar, análise SWOT

Resumo

A gestão é uma tecnologia social que permite aos mais de 168 mil estabelecimentos agropecuários familiares de Santa Catarina construir seu futuro. O objetivo deste artigo é analisar as percepções de gestores de unidades de produção familiar do município de Imbuia, na Região do Alto Vale do Itajaí (estado de Santa Catarina), a partir de um conjunto de variáveis do ambiente externo e do ambiente interno que influenciam nas práticas de gestão adotadas nas unidades produtivas. O presente trabalho utiliza a análise SWOT como instrumento metodológico principal, partindo de um conjunto pré-definido de variáveis. O estudo orientou-se pelos princípios da pesquisa qualitativa e quantitativa, de cunho exploratório e descritivo. Os dados utilizados nas análises foram obtidos dos questionários aplicados em unidades de produção familiar do município de Imbuia/SC, bem como do software de contabilidade eletrônica Contagri. Os resultados apontam que os gestores percebem as variáveis do ambiente externo preponderantemente como oportunidades, percepção que representa 53,2% do grau de importância total atribuído às mesmas. De forma mais significativa que o ambiente externo, o ambiente interno é percebido essencialmente como fortaleza, percepção que representa 81,5% das respostas ponderadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-07-01
Como Citar
Araujo, L. A., Giehl, A. L., Feliciano, A. M., & Rodrigues, C. (2017). Gestão de unidades de produção familiar do Alto Vale do Itajaí (SC): percepções sobre o ambiente externo e interno. Revista Catarinense De Economia, 1(2), 21-47. https://doi.org/10.54805/RCE.2527-1180.v1.n2.15