KLABIN S/A E AS PRÁTICAS ADOTADAS NO ÂMBITO DA SUA GESTÃO AMBIENTAL PROATIVA

Abstract views: 36 / PDF downloads: 20
Palavras-chave: desenvolvimento sustentável, gestão ambiental, cadeia produtiva

Resumo

O principal objetivo deste trabalho foi apresentar as práticas ambientais proativas adotadas pela Klabin S/A no período de 2014 a 2020. A análise efetuada a partir dos relatórios anuais e de sustentabilidade disponibilizados pelo acervo empresarial, permitiu a identificação de investimentos permanentes que apontam para o controle dos custos, a busca pelo lucro líquido e a criação de valor em um ambiente organizacional mantido em constante transformação e crescimento. Ao final desta pesquisa, observou-se que ao tentar ir além do que é exigido pela legislação ambiental vigente, a empresa estudada foi capaz de adotar práticas ambientais voluntárias de grande importância nos tempos atuais. E que além de promover um forte alinhamento estratégico entre gestão organizacional e melhorias ambientais, grande parte das práticas ambientais proativas adotadas estiveram de acordo com as exigências da sociedade em torno das causas ambientais. Ademais, a empresa também percebeu que é preciso promover, continuamente, ações voluntárias direcionadas à preservação do meio ambiente, antes mesmo de entender que a produção verde é lucrativa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ABREU, Mônica, CASTRO, Francisco e LÁZARO, José. Avaliação da influência dos stakeholders na proatividade ambiental de empresas brasileiras”. Revista de Contabilidade e Organizações, vol. 17, 2013, pp. 22-35. DOI: https://doi.org/10.11606/rco.v7i17.56693.

ALVES, Ana Paula Ferreira e NASCIMENTO, Luis Felipe Machado. “Proatividade de práticas sustentáveis: uma análise das práticas da empresa Mercur S/A”. Revista de Administração da UFSM, vol. 9, 2016, pp. 25-42. DOI: 10.20985/1980-5160.201.

BARBIERE, Jose Carlos. Gestão ambiental empresarial: conceitos, modelos e instrumentos. 2. ed. São Paulo: Saraiva, 2007.

BARBOSA, Renato Martins. Como uma empresa brasileira centenária com características de first mover respondeu aos desafios do crescimento? [Dissertação de Mestrado inédita]. Universidade Federal do Rio de Janeiro, 2008.

BORGES, Ana Paula; DA ROSA, Fabrícia Silva e ENSSLIN Sandra Rolin. “Evidenciação voluntária das práticas ambientais: um estudo nas grandes empresas brasileiras de papel e celulose”. Produção, vol. 20, no. 3, 2010, pp. 404-417. DOI: https://doi.org/10.1590/S0103-65132010005000034.

CAGNO, Enrico; TRUCCO, Paolo e TARDINI, Lorenzo. “Cleaner production and profitability: an analysis of 134 pollution prevention (P2) project reports”, Journal of Cleaner Production, vol. 13, no. 6, 2005, pp. 593-605. DOI: https://doi.org/10.1016/j.jclepro.2003.12.025.

CALIA, Rogério Cerávolo. Difusão da Produção Mais Limpa: o impacto do Seis Sigma no desempenho ambiental sob o recorte analítico de redes. Tese (Doutorado). Universidade de São Paulo. Escola de Engenharia, São Carlos-SP, 2007.

CASTRO NETO, Francisco Castro. (06 de abril de 2011) “Fatores determinantes de proatividade ambiental em empresas cearenses: estudo de casos múltiplos”. Revista de Gestão Social e Ambiental – RGSA, vol. 5, no. 1, pp. 48-65. http://www.spell.org.br/documentos/ver/1629/fatores-determinantes-de-proatividade-ambiental-em-empresas-cearenses--estudo-de-casos-multiplos.

CELULOSE ON-LINE. (2 de fevereiro de 2018). “Projeto Puma – o maior empreendimento privado do Paraná”. https://www.celuloseonline.com.br/projeto-puma/ .

CONNY, Carlos Heitor e LAMARÃO, Sérgio. Wolff Klabin. Rio de Janeiro: Editora Ibis Libris, 2015.

CORAZZA, Rosana Icassati. “Gestão ambiental e mudanças da estrutura organizacional”. Revista de Administração de Empresas - RAE, São Paulo: FGV-EAESP, vol. 2, no. 2, 2003, pp. 2-23. DOI: https://doi.org/10.1590/S1676-56482003000200006.

DA SILVA. Aslei Andrade; SANT´ANNA, Tarcísio; DAVI, Marcos Cesar Antunes e MINADEO, Roberto. (10 de setembro de 2010). Reestruturação industrial e o caso Klabin. XIII SemeAD – Seminários em Administração. FEA-USP, São Paulo. http://sistema.semead.com.br/13semead/resultado/trabalhosPDF/397.pdf.

DET NORSKE VERITAS GROUP (DVN GROUPS). (10 de março de 2013). ISO 14001 – Sistema de Gestão Ambiental. https://www.dnv.com.br/services/iso-14001-sistema-de-gestao-ambiental-74433

FERREIRA, Kellison. (2 de abril de 2019). Entenda o que é competitividade empresarial. https://rockcontent.com/br/blog/competitividade-empresarial/

GONZÁLES-BENITO, Javier; GONZÁLES-BENITO, Óscar. A review of determinant factors of environmental proactivity. Business Strategy and the Enviroment, v. 15, p. 87-102, 2006.

GUIA DE SUSTENTABILIDADE EXAME. (23 de novembro de 2016). Sustentabilidade. https://exame.com/edicoes/guia-de-sustentabilidade-2016/.

INVESTMEWS. (10 de fevereiro de 2021). Klabin dobra lucro no 4º tri, mas acumula prejuízo em 2020. Produtora de papel e celulose não conseguiu recuperar tudo o que perdeu desde o início da pandemia. https://investnews.com.br/financas/klabin-tem-lucro-110-maior-no-4o-tri-mas-acumula-prejuizo-em-2020/.

JORDÃO, Priscila. (27 de abril de 2015). Klabin tem prejuízo de R$729 mi no 1º tri com impacto de câmbio na dívida. [Comentário em Uol-Economia]. https://economia.uol.com.br/noticias/reuters/2015/04/27/klabin-tem-prejuizo-de-r729-mi-no-1-tri-com-impacto-de-cambio-na-divida.htm.

LUCIO, Márcio Aparecido; DE CARVALHO, Luciano Castro. Gestão ambiental proativa: um desafio para as indústrias cerâmicas. Revista Gestão e Sustentabilidade Ambiental, v. 11, n.3, p. 255-274.

KLABIN. Klabin 100 ANOS. Jundiaí-SP: Acervo Centro de Documentação e Memória da Klabin, 1999.

MAÇANEIRO, Marlete Beatriz; DA CUNHA, Sieglinde Kindl. Relações entre fatores contextuais internos às organizações e a adoção de estratégias proativas e reativas de ecoinovações. Revista de Administração Mackenzie, v. 16, n. 3, p. 21-50, 2015.

MARCOVITCH, Jacques. Pioneiros e empreendedores: a saga do desenvolvimento no Brasil. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2005.

MARGALHO, Maurício Gonçalves. “Os Klabin e os Lafer: famílias do grande capital industrial brasileiro”, Os Donos do Capital. A trajetória das principais famílias empresariais do capitalismo brasileiro, editado por [CAMPOS, Pedro Henrique Pedreira; BRANDÃO, Rafael Vaz da Motta]. Rio de Janeiro: Editora Autografia Edição e Comunicação Ltda, 2017, pp. 104-139.

MARINHEIRO, Karina. (29 de março de 2019). Klabin inaugura Centro de Interpretação da Natureza em Santa Catarina. [Comentário em Ciclo Vivo]. https://ciclovivo.com.br/planeta/meio-ambiente/klabin-inaugura-centro-de-interpretacao-da-natureza-em-santa-catarina/ .

MOURA, Luis Antonio Abdala. Qualidade e gestão ambiental. São Paulo: Juarez de Oliveira, 2004.

NOBRE, Frederico. (7 de outubro de 2021). Klabin: uma análise da maior produtora e exportadora de papéis do Brasil. [Comentário em Warren Investimentos]. https://warren.com.br/magazine/klabin-analise/ .

NOGUEIRA, Júlio Cesar Batista. Klabin relatório de Sustentabilidade. Jundiaí: Klabin, 2017.

OLIVEIRA. José Augusto. Um estudo sobre a relação do sistema de gestão ambiental ISO 14001 com a adoção de procedimentos de produção mais limpa em empresas industriais brasileiras. Dissertação de Mestrado inédita]. Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, 2011.

OMETTO, Aldo Roberto. Avaliação do ciclo de vida do álcool Etílico hidratado combustível pelos Métodos edip, exergia e emergia. [Tese Doutorado inédita]. Universidade de São Paulo, 2005.

PADRÃO CORPORATIVO DE CONTABILIZAÇÃO E REPORT (GHG – PROTOCOL). Especificações do Programa Brasileiro. Contabilização, Quantificação e Publicação de Inventários Corporativos de Emissões de Gases de Efeito Estufa. 2 ed. São Paulo: Fundação Getúlio Vargas e World Resources Institute, 2018.

PENSAMENTO VERDE. (25 de outubro de 2013). O que é o ciclo de vida do produto? https://www.pensamentoverde.com.br/sustentabilidade/ciclo-vida-produto/.

REVISTA EXAME. (26 de julho de 2021). Por um futuro mais sustentável. https://exame.com/negocios/efeito-estufa-escopos/.

SANCHES, Carmem Silva. ‘Gestão ambiental proativa”. RAE-Revista de Administração de Empresas, vol. 40, no. 1, pp. 76-87.

SEIFFERT, Mari Elisabete Bernardini. ISO 14001 - sistemas de gestão ambiental: implantação objetiva e econômica. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2006.

SUPERBAC BIOTECHNOLOGY SOLUTIONS. (11 de janeiro de 2019). DBO: o que é e qual sua importância para o tratamento de esgotos? https://blog.superbac.com.br/ambiental/dbo-o-que-e-e-qual-sua-importancia-para-o-tratamento-de-esgotos/.

SYNODINOS, Nicolaos. “The art of questionnaire construction: some important considerations for manufacturing studies”. Integrated Manufacturing Systems, vol. 14, no. 3, pp. 221-237.

Publicado
2023-04-28
Como Citar
Zanela, A. B. (2023). KLABIN S/A E AS PRÁTICAS ADOTADAS NO ÂMBITO DA SUA GESTÃO AMBIENTAL PROATIVA. Revista Catarinense De Economia, 6(1), 51-64. https://doi.org/10.54805/RCE.2527-1180.v6.n1.130