Apontamentos teóricos acerca da existência de uma etapa feudal: um olhar para três interpretações do Brasil

  • Ana Paula Klaumann Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Abstract views: 17 / PDF downloads: 9
Palavras-chave: Caio Prado Júnior, Raymundo Faoro, Marxismo, Feudalismo

Resumo

As interpretações do Brasil, com frequência, defrontam-se com temáticas ligadas aos modos de produção. O presente ensaio tem como objetivo investigar o debate da existência (ou não) de um modo de produção feudal durante a formação econômica e política do país, a partir das contribuições de autores ligados ao chamado “marxismo oficial”, bem como dos intérpretes do Brasil Caio Prado Júnior e Raymundo Faoro. A primeira dessas abordagens admite a existência de etapas no que se refere à história brasileira, dentre as quais identifica-se uma etapa feudal. Caio Prado Júnior não está de acordo com essa concepção, apontando que ela resultaria da transposição de teorias formuladas em outros locais para o Brasil, o qual, na sua concepção, era palco do capitalismo comercial. Raymundo Faoro também não vê na história brasileira uma etapa feudal, e sim a absorção pela colônia do capitalismo politicamente orientado presente em sua metrópole, Portugal, o qual era ligado ao sistema patrimonialista. Dessa forma, conclui-se que, ainda que tenham partindo de argumentos e matrizes teóricas distintas, os autores Caio Prado Júnior e Raymundo Faoro contribuem para o debate acerca da presença de uma etapa feudal no Brasil, opondo-se aos argumentos apontados pelos representantes do marxismo oficial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ABREU, Maria Aparecida Azevedo. Raimundo Faoro: quando mais é menos. Perspectivas, São Paulo, n.29, 169-189, 2006

ACADEMIA BRASILEIRA DE LETRAS. Raymundo Faoro: Biografia. Disponível em: . Acesso em: 22 dez. 2019.

AGUILAR FILHO, Hélio Afonso de. Faoro, Weber e a articulação das dimensões da realidade social na explicação do atraso brasileiro. Política & Sociedade, Florianópolis, v.13, n.27., mai/ago de 2014, 36-55.

CARONE, Edgard. O PCB: 1943 a 1964. São Paulo: Difusão Editora S.A., 1982. 2 v.

DEUSDEDITH JÚNIOR. A interpretação Pecebista do Brasil. Universitas Face, Brasília, v. 2, n. 3, p.1-14, 2006.

FAORO, R. Os Donos do Poder: Formação do Patronato Político Brasileiro. 5 ed. São Paulo: Globo, 2012 [1975].

_____. A República Inacabada. São Paulo: Globo, 2013.

INGLESIAS, Francisco (Org.). Caio Prado Júnior: História. São Paulo: Ática, 1982.

SODRÉ, Nelson Werneck. Formação Histórica do Brasil. São Paulo: Editora Brasiliense, 1963.

_____. Capitalismo e Revolução Burguesa no Brasil. 2. ed. Rio de Janeiro: Graphia Editora, 1997.

PERICÁS, Luiz Bernardo. Caio Prado Júnior: Uma biografia política. São Paulo: Boitempo, 2016. Disponível em: . Acesso em: 20 dez. 2019.

PRADO JÚNIOR, Caio. A Revolução Brasileira. São Paulo: Companhia das Letras, 2014 [1966]. Versão e-book.
Publicado
2022-06-03
Como Citar
Klaumann, A. P. (2022). Apontamentos teóricos acerca da existência de uma etapa feudal: um olhar para três interpretações do Brasil. Revista Catarinense De Economia, 5(1), 83-90. https://doi.org/10.54805/RCE.2527-1180.v5.n1.103
Seção
Artigos