A empregabilidade no setor contábil e a questão de gênero em Santa Catarina

  • Debora Aparecida Almeida UnC
  • Mariana Kuster UnC
Palavras-chave: centralização; empregabilidade; gênero; mercado de trabalho

Resumo

Conhecer o atual mercado de trabalho se faz necessário, seja pelos desafios profissionais ou pelas oportunidades de mercado. Analisando o atual cenário econômico, nota-se que vários setores sofrem com a alta rotatividade de pessoal, seja pelo corte de despesas, seja pela demanda inferior de serviço ou ainda por outras diversas variáveis. O objetivo geral da pesquisa concentrou-se em analisar a demanda de profissionais contábeis em Santa Catarina relacionando-a com a rotatividade e com a questão de gênero. A pesquisa configura-se como um estudo de cunho quantitativo, pautado em uma metodologia descritiva desenvolvida por meio de procedimento documental com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) permeado por informações sobre cargos, salários, unidade da federação, sexo e faixa etária. Os meses selecionados foram de janeiro a junho de 2018. Dentre as principais conclusões citam-se: índices equilibrados de profissionais admitidos e desligados, maior percentual de mulheres contratadas e as regiões Norte e Vale do Itajaí consideradas de maior concentração de profissionais contábeis em Santa Catarina.

Referências

ALMEIDA, C. B. A.; DE MESQUITA FERREIRA, L. C. Rotatividade de funcionários e desempenho organizacional: um estudo no comércio brasileiro. Brazilian Business Review (Portuguese Edition), jul. 2015. v. 12, n. 4, p. 28–61. Disponível em: . Acesso em: 31 out. 2018.
BRASIL. MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO - MTE. CAGED – Cadastro Geral de Empregados e Desempregados. 2018. Disponível em: . Acesso em: 10 set. 2018.
BRIGHENTI, J.; JACOMOSSI, F.; DA SILVA, M. Z. Desigualdades de gênero na atuação de Contadores e auditores no mercado de trabalho Catarinense. Enfoque: Reflexão Contábil, maio. 2015. v. 34, n. 2, p. 109–122. Disponível em: . Acesso em: 31 out. 2018.
CLOSER, C. A atuação da mulher contabilista nas organizações contábeis de florianópolis.2005. Disponível em: . Acesso em: 01 nov. 2018.
CFC - CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE. Retomada da economia reforça importância do contador. 2017. Disponível em: . Acesso em: 02 nov. 2018.
CFC - CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE. População brasileira versus contabilistas. 2010. Disponível em: . Acesso em: 23 out. 2018.
CFC - CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE. Retomada da economia reforça importância do contador. 2017. Disponível em: . Acesso em: 02 nov. 2018
CRC/CE - CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO ESTADO DE CEARÁ. Auditoria contábil: origem da auditoria contábil. Disponível em: . Acesso em: 02 nov. 2018.
FERREIRA, L. C. M.; ALMEIDA, Ciro B. Rotatividade de funcionários e desempenho organizacional: um estudo no comércio brasileiro. 2014. 28 - 61 p. Dissertação (Mestrado em Administração) - Faculdade de Ciências Econômicas, Insper, [S.l.], 2015.
IBGE - INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA Portal do. Estatística por cidade e estado. 2018. Disponível em: . Acesso em: 18 out. 2018.
MACHADO, C. R.; GRANEMANN, C. M. Empoderamento da mulher contadora: disparidades nas contratações. In: Trend Cont: produção científica em ciências contábeis [recurso eletrônico] Universidade do Contestado; organização Debora Aparecida Almeida ... [et al.]. Curitibanos, SC: Universidade do Contestado, 2017. 147 f. p. 57-68.
MARION, J. C. A disciplina teoria da contabilidade nos cursos de graduação: algumas considerações. Contabilidade Vista e Revista, Belo Horizonte, v. 8, n. 2, p. 3-8, 1997.
NASCIMENTO, S. S. As mulheres em Sergipe. 2014. Disponível em: . Acesso em: 31 out. 2018.
NASCIMENTO, V. M. S.; ALVES, F. J. S. Gênero e carreira: um estudo de caso das percepções de contadores públicos. In: XIV Congresso USP Controladoria e Contabilidade, 14, 2014, São Paulo. Novas Perspectivas na Pesquisa Contábil. São Paulo: Anais, 2014. v. 1, p. 1 - 10. Disponível em: . Acesso em: 01 nov. 2018.
OLIVEIRA, K. B.; LOPES, G. S. C.; WATANABE, M.; YAMAGUCHI, C. K.; DUARTE, R. Estudo do empoderamento na perspectiva de mulheres líderes. Revista Pretexto, Belo Horizonte v. 16, n. 4 p. 82-99, out/dez, 2015.
16,4,p.82–99. Disponível em: http://search.ebscohost.com/login.aspx?direct=true&db=foh&AN=112188324&lang=pt-br&site=ehost-live>. Acesso em: 31 out. 2018.
OLIVEIRA, L. B.; DA COSTA ROCHA, J. Engajamento no trabalho: antecedentes individuais e situacionais e sua relação com a intenção de rotatividade. Revista Brasileira de Gestão de Negócios, jul. 2017. v. 19, n. 65, p. 415–431. Disponível em: . Acesso em: 31 out. 2018.
PASETTO, N. A. A representatividade feminina na contabilidade. 2018. Disponível em: . Acesso em: 01 nov. 2018.
PINHEIRO, A. P.; SOUZA, D. A . Causas e efeitos da rotatividade de pessoal turnover: estudo de caso de uma microempresa do setor de educação. Simpósio de excelência em gestão e tecnologia. 2013. Disponível em: http://www.aedb.br. Acesso em: 02 nov. 2018.

SANTA CATATINA. SECRETARIA DO PLANEJAMENTO DO GOVERNO DE SANTA CATARINA. PIB dos municípios catarinenses. 2017. Disponível em: . Acesso em: 29 out. 2018
SANTOS, F. O empoderamento das mulheres na contabilidade. 2018. Disponível em: . Acesso em: 01 nov. 2018.
RODRIGUES, P. A.; P.; FILHO, A. P.; SIQUEIRA, M. M. Bem-estar no trabalho e percepção de sucesso na carreira como antecedentes de intenção de rotatividade. Revista de Administração Mackenzie, nov. 2015. v. 16, n. 6, p. 71–93. Disponível em: . Acesso em: 31 out. 2018.
SEBRAE – SERVIÇO BRASILEIRO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENA EMPRESAS. Saiba o que é turnover e entenda o impacto da rotatividade no negócio. 2016. Disponível em: . Acesso em: 22 out. 2018.
SINDIFISCO - SINDICATO DOS FISCAIS DO ESTADO DE SANTA CATARINA. PIB de Santa Catarina cai duas posições no ranking nacional. 2018. Disponível em: . Acesso em: 29 out. 2018.
SPELLMEIER, R. L. Mercado oferece boas oportunidades para os peritos contábeis. 2018. Disponível em: . Acesso em: 02 nov. 2018.
Publicado
2020-08-25