Submissões

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • O trabalho, além de original e inédito, não está em avaliação em qualquer outra revista.
  • O formato do arquivo corresponde ao Microsoft Word.
  • Os endereços eletrônicos (URL) para as referências são informados e ativos.
  • O padrão de texto descrito nas Diretrizes para Autores, incluindo os aspectos de bibliografia, foi plenamente observado.
  • Foram suprimidas indicações de autoria que possam comprometer a avaliação em sistema de blind review.

Diretrizes para Autores

  1. Quanto à originalidade dos escritos, não podem ser submetidos à Revista Catarinense de Economia (RCE) textos submetidos a outros periódicos. Os autores devem consultar previamente os editores sobre situações que considerem necessitar uma apreciação a respeito do assunto.
  2. Aspectos de formatação: redação em língua portuguesa (podendo-se admitir escritos em inglês e espanhol), com artigos e ensaios de 25 páginas no máximo e resenhas com limite de 10 páginas, fonte TNR 12, margens (todas) de 2,5 cm e espaçamento entre linhas de 1,5. As páginas devem estar numeradas. Endereços eletrônicos utilizados devem estar ativos e ser indicados de forma completa nas referências, ao final.

Os textos submetidos devem possuir títulos em português e em inglês, apresentar resumo/abstract e exibir de 3 a 5 palavras-chave/key words.

Em nenhuma hipótese será admitida qualquer forma de identificação da autoria.

Para citações e referências, devem ser utilizadas as normas da ABNT em vigência, quanto a, por exemplo, recuos, espaço próprio (citações com mais de 3 linhas) e uso de aspas (em citações com menos de 3 linhas incorporadas à própria frase). 

Para citações no corpo do texto, proceder como segue (segundo a NBR 10520): * um autor: Szentes (1976, p. 45); 

* dois autores: Krugman e Obstfeld (1999, p. 101)

* três autores: Arrighi, Barr e Hisaeda (2001, p. 113)

* mais de três autores: Kosacoff et al. (1993, p. 13) – sendo indicados todos os autores nas referências. 

* indicação da autoria entre parênteses: (APPELBAUM; SMITH; CHRISTERSON, 1994, p. 194)

Para relacionar as referências bibliográficas ao final do texto, observar a NBR 6023 revisada. As referências estarão em ordem alfabética e redigidas com a mesma fonte do texto (TNR12). O espaçamento entre linhas será simples, e cada referência será precedida e seguida por 6 pontos. 

Exemplos:

Livros e capítulos:

GEREFFI, Gary; KORZENIEWICZ, Miguel (Ed.). Commodity chains and global capitalism. Westport: Praeger, 1994.

FANELLI, José María; FRENKEL, Roberto. Estabilidad y estructura: interacciones en el crecimiento econômico. In: KATZ, Jorge M. (Ed.). Estabilización macroeconómica, reforma estructural y comportamiento industrial: estructura y funcionamiento del sector manufacturero latinoamericano en los años 90. Buenos Aires: Alianza, 1996, p. 21-79.

Artigos em periódicos:

CHESNAIS, François. A globalização e o curso do capitalismo de fim-de-século. Economia e Sociedade, n. 5, p. 1-30, dez. 1995.

ANDRADE, Thompson Almeida; SERRA, Rodrigo Valente. Distribuição espacial da indústria: possibilidades atuais para a sua investigação. Estudos Econômicos, v. 30, n.2, 207-231, abr.-jun. 2000. 

ZIMBALIST, Andrew. Brazil’s long to-do list. Americas Quarterly, [S.p.], Sum. 2011. Obtido em: http://www.americasquarterly.org/zimbalist Acesso em: 15/08/2015. 

Artigos em anais de eventos

BRUM, Bruno L. R.; WEDEKIN, Ivan. O agricluster de carnes de aves e suínos do sudoeste de Goiás. In: I CONGRESSO BRASILEIRO DE AGRIBUSINESS, jun. 2002, São Paulo, ABAG. Anais..., v.2, p. 57-84. Obtido em: http://www.abag.com.br/index.php?apg=cong_visor&ncong=2002 acesso em:  22 fev. 2013. 

LOPES, Carlos. R,; LOPES, Neudoxa. V. P. Análise de uma estratégia ambiental: estudo de caso na Perdigão S/S – unidade de Rio Verde-GO. In: XXIX ENCONTRO NACIONAL DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO, 2009, Salvador. Anais... Salvador: ABEPRO, 2009. CD-ROM. 

Dissertações ou teses: 

ESTEVAM, Luis Antônio. O tempo da transformação: estrutura e dinâmica na formação econômica de Goiás. 1997. 252 f. Tese (Doutorado em Economia) – Instituto de Economia, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 1997.

Material técnico ou institucional obtido na internet:

IBGE – INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Sinopse do Censo Demográfico 2010 – Goiás. Rio de Janeiro: IBGE, 2010. Obtido em: http://www.censo2010.ibge.gov.br/sinopse/index.php?uf=52&dados=0 Acesso em: 11 dez. 2016.

Artigos

Política padrão de seção

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.